Páginas

10 de janeiro de 2013

♥ Melhor presente de casamento! ♥

Depois de planejar tanto o casamento e a lua de mel, nem acredito que já acabou! Apesar dos imprevistos e muita coisa sair bem diferente do que imaginei, não mudaria nada!!

Uma coisa que não poderia deixar de compartilhar, foi um presentão que ganhamos de Deus!

Em meio a correria, nossa maior preocupação era com a previsão do tempo, pois estava tudo planejado para ser ao ar livre. Um mês antes eu ia vendo a previsão do tempo todo santo dia... e só variava de pancadas de chuvas para tempestade! Angustiada, ia pedindo oração pra todo mundo que eu encontrava, crente ou não, qualquer pensamento positivo já me dava esperanças!

Semana anterior do casamento. Meu futuro marido saiu do emprego, pegou tudo o que tem, encheu o celtinha (emprestado) e dirigiu rumo a nova cidade, deixando tudo pra trás. Família, amigos, casa, emprego... foi um baque grande entrar no carro e dirigir mais de 400 km. Destino: um lugar sem casa, sem emprego, sem nada certo... só a noiva esperando (e pra quem conhece, junto com toda a família buscapé, que não é pequena! haha...).

Semana do casamento. Segunda-feira: mudar de cidade. Terça-feira reunião com fornecedores: música, doces, bolo, decoração, etc, etc. Quarta-feira finalizar papelada do casório civil, comprar bebidas para brinde, levar as coisas pra chácara... Parecia que cada minuto surgia mais coisas para fazer! O check list só aumentava e os dias diminuiam! Quinta-feira, 2 dias do casamento, o noivo recebe uma ligação enquanto corta o cabelo... PAAARA TUDO!!!

"Alô!? Rodrigo?"
"Sim"
"Meu nome é João, falo da Universidade Federal. Estou ligando porque você foi aprovado para uma vaga de assistente administrativo. Gostaria de saber se você tem interesse."
"Sim! Com certeza!!
"Você está trabalhando?"
"Não, saí do trabalho semana passada e esta semana me mudei pra cá!"
"Que bom! Então só aguardar publicação no diário oficial!

Iupiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii... emprego!! Deus é muito bom!!! Fomos pesquisar e descobrimos que era um concurso feito em 2010! A gente nem lembrava que concurso era esse. Mas o importante é que tinha emprego garantido!! A correria do casamento parecia pequena neste momento. Quem se importa com check list de casamento? Começa correria atrás de documentação. Liga pra família em SP, pro ex chefe, pros amigos, todo mundo trazendo papelada que precisava entregar. Sexta-feira corre pro RH entregar papelada. Sábado (dia do casamento), acorda cedinho pra coletar sangue, fazer exames clínicos, quick massage pra aguentar em pé e, finalmente, chega a hora do casamento!!

Neste momento nem a chuva incomodava mais! Mas, pra nossa alegria, não estava chovendo!! Aeeeeeeeeeee... bora casar no sol!! Minutos antes de eu chegar no local, o noivo me ligou. Achei que ia me dizer o quanto estava feliz, que me ama, etc. Mas não... sem oi, sem nada, ele pergunta:

"Você que pediu pra cerimônia ser dentro?"
"Eu não!! Tá sol! vamos casar fora!!"
"Mas tá tudo arrumado dentro, os convidados estão todos dentro e lá fora tá tudo molhado!"
"Como molhado?!? Choveu???"
"Aqui choveu!! E muito!"
"Ai... e agora?"
"Você quer que seja fora mesmo com tudo molhado?"
"Eu quero!!"


Sem mais, tu tu tu... o noivo desligou e eu fiquei sem notícias. Quando cheguei, a cerimonial estava toda esbaforida, falando que estava tudo pronto lá fora e que íamos começar. Nem acreditei!

Casamento foi ao ar livre! Lindo, tudo que sempre quis!

Seguimos pra lua de mel. Sim, foram V-I-N-T-E-E-C-I-N-C-O dias viajando, melhor viagem da minha vida! Voltamos numa quinta-feira. Sexta-feira, meu agora marido (hehe), foi entregar últimos documentos no RH e levar exames médicos, na outra semana tomou posse e já começou a trabalhar. Tudo no prazo, tudo certinho, pra ninguém dizer que não foi a mão de Deus!


Agradecemos muito a Deus porque sabemos que Ele realizou nossos sonhos de maneira que nem a gente sonhava. Agradecemos também aos nossos familiares e amigos que nos apoiaram em todo momento!

Feliz 2013 pra todo mundo, agora aqui vos fala Yuka Nakaba Waki!

Foto: Carol Mattos




Nenhum comentário:

Postar um comentário